terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Natal Sustentável, Não Obrigada.

Sim, não quero um natal sustentável.
Primeira coisa, O QUE É UM NATAL SUSTENTÀVEL?
Recebi uns e-mails que diziam isso, por um natal sustentável, dicas para um natal sustentável e blablabla...
Então vamos por partes.
Pra quê Natal? 
Para quem acredita, tem um fundamento...
Queria ressaltar que o que escrevo é a minha opinião pessoal. E que se Natal tem ou não fundamento, é uma questão de conceitos...
Uma data para comemorar o nascimento do filho de Deus, reunindo a família em sua homenagem. Trocas de presentes deveriam ser apenas símbolos dessa união e integração das pessoas, mas acabou se transformando no principal. 
Uma coisa é certa, Natal foi transformado numa data para beneficiar o sistema, o mercado e sua felicidade.
Ser feliz não é mais estar com sua familia, amigos e talz. Felicidade foi um conceito que o sistema adaptou à nossa cultura. Felicidade é poder consumir o que eu quero, a hora que eu quero, qndo eu quero. Dai viemos com o nosso egoísmo, akele gene que herdamos dos nossos pais. Nascemos seres humanos, Egoistas.
Sobre o natal, crescemos sabendo sobre a sua ideologia e práxis.

Mas, SUSTENTABILIDADE?
Um conceito novo que foi colocado ao lado de Natal.
Vamos lá no Relatório Brundtland, ou Nosso Futuro Comum, em 1987 aprensentou um novo olhar  sobre o desenvolvimento, definindo-o como o processo que “satisfaz as necessidades presentes, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprir suas próprias necessidades”. É a partir daí que o conceito de desenvolvimento sustentável passa a ficar conhecido, assim como sustentabilidade.
Qndo vc consegue adptar esse conceito tão genérico em qualquer forma de agir, podemos observar o quanto é perigosofalar em sustentabilidade. Ser Sustentável, vc pode ser sustentável comprando loucamente e sem pensar no que fazer depois com o que consumiu, apenas deixar ali que durante a manhã a prefeitura coleta. Simples. Minha sustentabilidade acaba qndo eu não consigo mais ver oque eu gerei.Sustentabilidade virou marketing, uma ferramenta para as pessoas se enganarem, como todas as ferramentas de marketing já existentes nesse sistema. Apenas para te incentivar a consumir sem se preocupar, pois a empresa já plantou eucaliptos para mitigar as emissões de carbono do produto. é tãaao bonito. Grande Merda. Manipulam as pessoas e alienam , fazem um novo consumidor preocupado no bem do planeta e sai da loja chutando o mendigo na rua. é essa a sociedade que queremos?! Pensa nisso galera.

Enfim, para mim, Natal Sustentável é um Natal sem consumo. Seria possível?! Não. Então desculpem-me, mas Natal Sustentável, não obrigada.

2 comentários:

  1. natal sem consumo, os dos mais pobres são sempre assim...

    ResponderExcluir
  2. Belo texto...
    "Natal sustentável é natal sem consumo"

    ResponderExcluir