sábado, 28 de julho de 2012

A culpa é da Sacolinha !


Fico tentando entender o motivo pra tanto sensacionalismo com relação às pobre coitadas das sacolinhas...
Temos leis avançadíssimas, sim. Mas essa se mostrou ridícula e fora de contexto.
Vamos pensar.... (como diz meu amigo do twitter, pensar não doi)
Certa vez me deparei com a ideia da vovó de levar sacolas de lona para fazer compras. Vovó nunca foi um símbolo de ações sustentáveis, ela apenas achava que carregar as compras em sacolas de lona (feita por ela) era mais prático, além do fato de que na época dela as sacolas não eram distribuídas “gratuitamente”.
Hoje a ideia dela se tornou um símbolo de pensamento verde (grande vovó, pena que não está mais entre nós pra receber um prémio).
O engraçado foi proibir o uso dessas sacolas com uma desculpa imbecil e ridícula. Eh muito mais fácil culpar a sacola da poluição. O problema da sacola é o plástico de que ela eh feita, mas vamos analisar as embalagens que compramos... eh tem muito mais plástico detonador do que a pobre coitada. Então borá proibir as embalagens plásticas? Mas o plástico tem uma capacidade de reciclagem alta e evita a exploração de mais petróleo... o que fazer?
Acho que a lei que proíbe as sacolas poderia ter uma desculpa menos hipócrita do que “sacolas poluem mimimi”.
Sou a favor das pessoas usarem menos sacolas (preste atenção na palavra ‘menos’), Ser a favor ou não, é uma questão de conceitos e baseio meus conceitos num raciocínio menos idiota do que ouço por aí. Meu raciocínio é o seguinte: Se os supermercados não distribuem mais sacolas, as pessoas são ‘obrigadas’ a levar a sua pra fazerem compras. No momento que a pessoa lembra de levar a sacola, começa a pensar no que vai colocar nela. Daí vem o pensamento de pensar antes de comprar, esse pensamento reduz muito compras desnecessárias. Quando vc compra o que precisa, reduz o desperdício, geração de resíduos e consequentemente vira um ser “verde” sem precisar ficar desfilando por ae com uma blusa do Greenpeace.
Agora esse meu raciocínio não entraria na cabeça de donos de supermercados. Eles precisam de que as pessoas comprem. Logo, é muito mais fácil induzir os supermercados a pregarem cartazes verdes escrito “traga sua sacola – o meio ambiente agradece” do que “compre o necessário – use produtos orgânicos – reutilize embalagens”.
Ontem, após fazer compras, minha mãe trouxe uma sacola retornável de lona, linda, tinha uns corações verdes misturados com símbolos de reciclagens e desenhos do planeta terra escrito: Save the planet. Linda sacola, para os verdes otários é conhecida como “ecobag”. Agora o detalhe principal da sacola era “Made in Vietnã”. Olha que símbolo de sustentabilidade. Vc usa uma sacola ecológica fabricada por mão de obra barata (com péssimas condições de trabalho)) e ainda escrito “Salve o Planeta”? Como salvar um planeta utilizando trabalho escravo de pessoas à margem da pobreza? E ainda chamar essa sacola de “ecológica”? Porra ! As pessoas deveriam ser que nem a vovó e criarem sua própria sacola, usar a criatividade eh bem mais ecológico !
Afinal, é bem melhor parar de usar sacola pq ela é feita de plástico que polui mimimi e comprar uma sacola feita por trabalhadores explorados do outro lado do mundo... ah é, a culpa não é minha, a culpa é da sacolinha !